Como começar no mundo da ilustração digital?

A comunicação assume as mais diversas formas no nosso dia-a-dia, não se ficando apenas pela escrita e verbalização das nossas ideias. A comunicação visual tem ganhado força nos tempos que correm, aliás, desde pequenos que ouvimos dizer que uma imagem vale mais do que mil palavras. Mas e então onde se encontra o desenho?

Neste artigo não tenciono dar-te a fórmula mágica para conseguires criar arte. Muito pelo contrário, cada pessoa tem a sua forma de ver o mundo e isso irá refletir-se naquilo que vais criar. Consideremos que apenas vou dar um empurrão à tua curiosidade.

Num mundo cada vez mais carregado de informações, procuramos as que nos atraem mais, quer a nível visual quer de conteúdo. A ilustração digital surge como escapatória para quem procura um caminho dinâmico e fora do habitual para contornar a sobrecarga de conteúdos a que cada indivíduo está sujeito. 

Mas afinal, como podemos tirar partido da ilustração para nos conseguirmos expressar?

Quais as utilizações da ilustração digital?

Com a ilustração podes criar tudo o que quiseres, não existem fronteiras. É usada no mundo da comunicação sobretudo para desenhar capas de revistas, cartazes, booklets, entre muitos outros meios, tornando-os mais interessantes. Podes tomar como exemplo o seguinte índice (serviço realizado para a tecnibuild) e cartaz:

Como fazer uma ilustração digital? 

O ponto de partida para todas as missões de um comunicador passa por olhar à sua volta, como se fosse uma coruja, atento a tudo o que o rodeia para absorver as necessidades e oportunidades para uma comunicação de sucesso. Nesta etapa, o papel e a caneta são os nossos melhores amigos, porque todas as ideias aleatórias que surgem nos mais vagos pensamentos podem vir a dar frutos num projeto futuro. 

Brinca com elementos do quotidiano, explora a tua criatividade e deixa que o abstrato se apodere do momento. 

Existem diversas formas de ilustração digital e, por isso, deves explorar todas as áreas até encontrares o que te consegue exprimir. Procura inspiração em ilustradores de todo o tipo e começa a meter o nariz em plataformas nas quais consigas fazer as tuas ideias voar. 

Mas quem sou eu para te dizer o que usar e fazer? Uma mera novata que, tal como tu, teve curiosidade sobre o mundo da ilustração e quis explorar mais.  Assim sendo, agarrei no meu pincel virtual e explorei com rabiscos e mais rabiscos até que encontrei o tipo de arte na qual me revia, a ilustração realista. 

Que plataformas devo utilizar? 

OExistem inúmeras plataformas às quais podes recorrer. No entanto,  eu ando de mão dada com o Adobe Illustrator para ilustrações vetoriais e com o Photoshop para desenhos mais realistas. Eu sei, parece um bicho de sete cabeças, mas existem diversas formas de aprender mais sobre as ferramentas de cada programa e aos poucos e poucos começar a criar arte. Em ambas as plataformas, podes ter como base uma imagem de inspiração para criares as tuas linhas guias e partir para a criação do produto final. 

Se procuras criar conteúdo mais abstrato e com maior qualidade de imagem, penso que o Illustrator seria o teu melhor amigo. No entanto, no que toca a ilustrações realistas, faz do Photoshop a tua tela e cria a próxima Mona Lisa. Procura o teu ritmo de trabalho e deixa que o fator desconhecido te leve a conhecer novas áreas nas quais nunca te tinhas imaginado. Explora a junção de cores, mistura elementos e brinca com o tamanho das composições. Faz da arte a tua segunda casa.

 

Inês Pinho

Antigo membro do departamento de Comunicação e Marketing