Quer ser ouvido? Sussurre

Sente que a presença da sua empresa nas redes sociais não lhe traz qualquer retorno, lucro ou notoriedade? Lembre-se que a obtenção de resultados através do marketing digital é um processo gradual. Contudo, direcionar os seus esforços para comunicar com um público que não está genuinamente interessado naquilo que tem para partilhar é um erro comum que pode atrasar o seu progresso.

Definir um público alvo é uma das etapas fundamentais na elaboração de um plano de comunicação estratégico para qualquer negócio. Num momento inicial, é fulcral compreender que responder às vontades do mundo é uma meta inalcançável e manter em mente que o seu produto ou serviço apenas responde às necessidades de um determinado público com caraterísticas específicas. Neste contexto, sublinhamos que comunicar para o maior número de pessoas possível não é, muito provavelmente, a opção mais correta a selecionar. Evitar ações genéricas que serão, aos olhos de quem consome o seu conteúdo, irrelevantes é um excelente catalisador para a estimulação de um bom relacionamento com o seu público.

Promover o envolvimento e produzir conteúdo que visa atender os gostos e preferências dos seus consumidores é crucial, para isso é imprescindível conhecê-los. No entanto, identificar para quem nos devemos dirigir nem sempre é uma tarefa simples. Repare que o seu negócio tem vários stakeholders que são naturalmente atraídos para o seu objeto de divulgação e para os quais deve comunicar de um modo constante e adequado. Alguns dos stakeholders que presumivelmente integram o público alvo de vários negócios são: parceiros, learning partners, clientes, potencias clientes, colaboradores e potenciais colaboradores.

Definido o público alvo é necessário notar a existência dos subgrupos que o integram e perceber a inevitabilidade de elaborar conteúdo adequado a cada um destes grupos. Um excelente método para segmentar de modo estratégico o seu público é definir uma ou várias personas. Crie o cliente ideal para o seu negócio e atribua-lhe traços reais, comece pelo nome próprio, passe por uma breve síntese da sua história de vida e culmine com a sua profissão ou com o seu estilo de vida. O objetivo deste passo é criar empatia entre o criador de conteúdo e o consumidor desse conteúdo, induzindo a que na próxima vez que pretenda divulgar um post se questione se a sua persona iria gostar de ver esse tópico no seu feed.

Para aprender mais sobre este tema e sobre todo o restante processo de criação de conteúdo para redes socias, faça download do nosso ebook gratuito – Criação de Conteúdo e Gestão de Redes

A Young Minho Enterprise presta serviços de Gestão de Redes Sociais. Neste serviço criamos o seu conteúdo, as descrições e asseguramos a partilha do mesmo.

Ainda não está convencido? Visite o nosso portfólio ou algumas páginas que temos em mãos, como a TecniBuild e BeKoffee.