Como comunicar com empresas

Atualmente, a comunicação com empresas revela-se essencial não só no contexto do associativismo, como a nível individual. Porém, esta revela-se desafiante não só na decisão de qual o método e abordagem mais eficazes, como na obtenção de uma resposta positiva. 

Uma comunicação com empresas eficaz inicia-se antes de se estabelecer este contacto. Em primeiro lugar, é importante analisar o mercado empresarial de forma a sinalizar quais as empresas que se destacam para o projeto que o membro representa ou, numa perspetiva individual, a empresa com a qual se identifica mais. Uma vez realizada esta seleção, é vital conhecer profundamente o trabalho desenvolvido pela instituição a quem se dirige o contacto. Deve-se, de seguida, estruturar a proposta de valor que será apresentada, enunciando de forma clara e apelativa aquilo que poderá ser oferecido. Deste modo, após concluídos todos os passos, será possível compreender explicitamente qual o contributo que a organização ou indivíduo trarão para a empresa. 

Concluída a fase de preparação do contacto, segue-se a abordagem que pode ocorrer através de um meio de comunicação (Email, LinkedIn) ou diretamente em reuniões ou numa feira de emprego. A utilização do email é uma abordagem tradicional, no entanto, desafiante para a obtenção de uma resposta, dado o elevado volume de emails recebidos pela empresa. Desta forma, para aumentar a probabilidade de abertura do email, é importante enviá-lo durante o horário de trabalho, preferencialmente de manhã. Além disso, deve ser utilizado um Assunto do Email apelativo. No que toca ao conteúdo, este deve ser sucinto e de fácil compreensão, destacando os pontos-chave da mensagem através da utilização do negrito. O destinatário deve, de uma forma muito rápida, assimilar os pontos chave da proposta apresentada. No caso da abordagem via LinkedIn, esta deve ser mais informal e direta. Este tipo de mensagem destaca-se pela proximidade que é criada com o destinatário. Note-se que, para aumentar a probabilidade de sucesso do contacto, o interlocutor deve apresentar um perfil de LinkedIn ativo e profissional. Destacar também a funcionalidade do LinkedIn que permite enviar uma mensagem junto com o pedido de conexão, facilitando a aceitação do pedido e a obtenção da resposta. No que toca ao contacto direto com uma empresa numa reunião ou feira de emprego, é relevante organizar as ideias a transmitir de forma sequencial e preparar algumas respostas a possíveis questões que serão colocadas. Durante o discurso, é essencial estabelecer-se uma conexão entre ambas as partes, demonstrando empatia e dinamismo. 

Por fim, mencionar que, na maior parte dos casos, a comunicação com empresas ocorre fora da zona de conforto do interlocutor e, por isso, este deve apostar na sua preparação de forma a reduzir o seu nervosismo. A base da comunicação é a partilha que pressupõe a escuta ativa de ambas as partes, sendo que esta apenas é possível com um estado de espírito relaxado. Do outro lado do ecrã ou da secretária estará sempre alguém que, tal como o interlocutor, está à procura de uma nova oportunidade. A chave é acreditar que TU poderás marcar a diferença! 

 

Alexandra Antunes

Diretora do departamento de Comercial e Marketing