A Inteligência Artificial no Marketing Digital

Quando ouve falar em Inteligência Artificial (IA), a primeira coisa que lhe vem à cabeça é a substituição dos seres humanos por robôs superinteligentes? Deixe essa ideia, pois a IA já faz parte do nosso dia-a-dia sem que nos apercebamos e é uma ótima solução para muitos dos nossos problemas. Neste artigo vai descobrir de que forma esta pode ser aplicada ao Marketing Digital. 

 

O que é a Inteligência Artificial?

Inteligência Artificial é a capacidade de máquinas aprenderem e imitarem o comportamento humano. Tal como, para tomar uma decisão, o cérebro humano identifica padrões, também a Inteligência Artificial o faz, mas numa escala muito maior, através de algoritmos de computação. Assim, de maneira geral, o seu objetivo é a criação de mecanismos que possam simular a capacidade humana de pensar e resolver problemas.

Um exemplo simples deste mecanismo é o próprio Google. Todos os dias abrimos o site, colocamos algumas palavras-chave para pesquisa e recebemos uma lista com diversos sites que, segundo o Google, são os melhores para responder à nossa dúvida. Tudo isto em menos de um segundo!

É fácil encontrar estes algoritmos em qualquer parte da internet e está a tornar-se, também, tendência em ações de marketing digital, para toda e qualquer empresa. Contrariamente ao que algumas pessoas pensam, a Inteligência Artificial no marketing digital não é de uso exclusivo de grandes empresas que possuem alta capacidade de investimento. Cada vez mais, este é um instrumento acessível também a pequenos e médios empreendedores.

Utilidade da IA no Marketing Digital

Um dos maiores desafios do marketing é conseguir compreender o comportamento do cliente. Seja para divulgar um novo produto, desenvolver uma campanha ou criar uma promoção, é necessário ter em mente o consumidor e entender como essa ação vai ser recebida pelo mesmo. Ora, é aí que entra a Inteligência Artificial. Sendo a IA capaz de simular as nossas capacidades de decisão, é possível antecipar as necessidades e interesses dos clientes e, desta forma, desenvolver estratégias objetivas e mais direcionadas, que estimulam a conversão de novos clientes e fidelização dos atuais consumidores.

Assim, a Inteligência Artificial oferece a oportunidade de ter um conhecimento sem precedentes dos clientes permitindo novas abordagens, capazes de alcançar resultados diferenciadores e novas oportunidades de negócio. Esta estratégia aumenta, assim, significativamente, as possibilidades de ter sucesso no seu negócio, pois ajuda a recomendar, analisar, personalizar a experiência de compra e desenvolver ações mais direcionadas e personalizadas ao cliente.

Aplicações da IA no Marketing Digital

São inúmeras as aplicações que a Inteligência Artificial pode ter no Marketing Digital. Muito provavelmente até já se deparou com algumas delas sem se aperceber que se tratava de IA. Neste artigo, vamos enumerar apenas as mais usuais:

  • Sistemas de recomendações

Os sistemas de recomendações e sugestões é talvez o mais presente no nosso dia-a-dia desde que a Inteligência Artificial foi implementada. Neste caso, é utilizada para aprender as preferências do consumidor (através dos dados de pesquisas prévias) e, assim, recomendar produtos e serviços que se adequem aos seus gostos. Através deste mecanismo, está a ser melhorada a experiência do consumidor e, consequentemente, o relacionamento da marca com o cliente.

Este sistema filtra a informação disponível e mostra os resultados que são do interesse do usuário. Isto acontece numa pesquisa no Google, como já foi referido, numa recomendação de filme na Netflix, ou até na sugestão de um produto numa loja online!

  • Segmentação do público

Atualmente, todo o marketing digital, seja por e-mail, redes sociais ou outros, prioriza a segmentação dos clientes, de forma a personalizar o conteúdo e ofertas partilhadas a cada usuário. É claro que a segmentação e a personalização acontecem graças à tecnologia de Inteligência Artificial. Isto é aplicado, por exemplo, nas cadeias de supermercado que enviam cupões de desconto personalizados de acordo com as preferências do cliente. 

O mais interessante é que os algoritmos são capazes de identificar quais as variáveis que, efetivamente, importam para determinar os potenciais clientes e quais não são relevantes. Por exemplo, se uma mulher passa a comprar produtos de bebés, a inteligência artificial entende que ela é ou está prestes a ser mãe. Porém, se a compra for esporádica o algoritmo vai desconsiderar a compra e já não vai segmentá-la como mãe.

  • Automação do atendimento (chatbots)

Os chatbots com inteligência artificial são chats capazes de manter um diálogo com um cliente através de uma linguagem natural, entendendo quais são as necessidades dele e oferecendo soluções, sem que seja necessária a presença humana. Assim, através do processamento de dados, respondem a perguntas comuns, melhorando a qualidade das respostas ao longo do tempo.

Cada vez mais as empresas estão a recorrer aos chatbots para oferecerem uma comunicação 24h por dia aos seus clientes de forma a dar respostas rápidas e precisas. Além disso, os chatbots permitem gerir um grande número de solicitações em simultâneo e melhorar a experiência do cliente.

  • Precificação de produtos

É usual que se um produto começa a ter as suas vendas estagnadas, o sistema baixa o preço e se as vendas aumentarem o preço também aumenta. Muitos sites de reservas de voos, hotéis e outros produtos com flutuação de preços já utilizam a Inteligência Artificial para este sistema de precificação.

Em suma, a Inteligência Artificial está já muito presente no nosso dia-a-dia e traz enormes vantagens para o marketing digital. As suas aplicações servem para conhecer melhor o comportamento do consumidor, gerar e analisar um grande volume de dados sobre preferências e atitudes dos clientes e desta forma interagir de forma personalizada com cada um deles, melhorando assim a experiência do cliente com a sua marca.

A Young Minho Enterprise presta serviços de criação de websites.

Ainda não está convencido? Visite o nosso portfólio ou algumas páginas que temos em mãos, como a TecniBuild e BabeliUM.